O futuro é da Internet das coisas
Skip Ribbon Commands
Skip to main content

 O futuro é da Internet das coisas


 O futuro é da Internet das coisas  

 Tudo conectado. Assim será o mundo do futuro. E não estamos falando da rede de conexões, cada vez mais essencial e fácil entre as pessoas, mas de uma infinidade de objetos inteligentes, capazes de receber e compartilhar informações e que vão ocupar lugar de destaque no nosso dia a dia. Por meio deles, você se conecta com sua casa, com seu carro eaté mesmo com sua geladeira! Quer um exemplo? Que tal no meio do trânsito, você mandar uma mensagem (de voz, nem precisa teclar!) para uma espécie de supersecretária eletrônica que vai se encarregar de acender as luzes, ajustar a temperatura do ar condicionado e acender o forno para começar a preparar o jantar? Ah, talvez você não esteja nem dirigindo o seu próprio carro. Protótipos de veículos totalmente conectados a radares, censores e GPS, e que dispensam motoristas, já estão rodando em algumas ruas dos Estados Unidos. E se toda essa tecnologia nos conecta com cenários futuristas, a volta às origens também é uma tendência moderna. Como os alimentos orgânicos, cultivados com técnicas naturais e sem agrotóxicos, que estão sendo cada vez mais valorizados. Plantá-los pertinho da cozinha, nem que seja em uma floreira, debaixo da janela, é o melhor jeito de ter sempre vegetais saborosos e mais nutritivos à mão. Pois é, nesse mundo tão moderno e antenado no bem-estar, no entanto, ainda precisamos nos preocupar com mosquitos que transmitem doenças e ameaçam a saúde. Pensando nisso, consultamos nossos especialistas e reunimos informações essenciais sobre dengue, zica e chikungunya para você tirar todas as dúvidas. Leve para casa sua revista +saúdeelazer e tenha esse guia sempre à mão. ​​​